Normas técnicas para el proceso de esterilización de material en unidades de salud: una propuesta de enfermería

Rosana Amora Ascari, Márcia Danieli Schmitt, Pamela Nadia Binda, Karen Cristina Jung Rech

Resumen

Objetivo: Organizar una guía de Normas Técnicas para la estandarización del proceso de esterilización en Unidades Básicas de Salud (UBS).

Método: Se realizó un estudio exploratorio y descriptivo para la construcción de la guía de orientación sobre el proceso de esterilización, desarrollado en colaboración con el Programa de Educación Continua en Salud, Universidad del Estado de Santa Catarina (PECES / UDESC), que siguió las recomendaciones éticas de la Resolución 466 / 2012 de la Comisión Nacional de Ética de la Investigación.

Resultados: Se evidencian cuestiones relacionadas con el flujo de material unidireccional, la estandarización de las formas de limpieza y envasado, el etiquetado, los tipos de esterilización, las pruebas de validación y registrar el proceso de esterilización.

Conclusiones: La guía de orientación de normas técnicas constituirá la base para la formación de los nuevos empleados, lo que minimiza los costos públicos envueltos en el reprocesamiento, suministros médicos y hospitalarios dentales y garantizar una mejor calidad de la salud de los usuarios del Sistema Único de Salud (SUS).


Palabras clave

normas técnicas; administración de la seguridad; gestión en salud; esterilización; enfermería

Referencias

Ascari, RA; Silva, OM; Azevedo Junior, L; Berlet, LJ; Maldaner, C; Mai, S. Fluxo de materiais odonto-médico-hospitalares durante seu reprocessamento em unidades básicas de saúde. Udesc em Ação [periódico na internet]. 2012 [Acesso em 2014 mar 14]; 6(1):1-16. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/udescemacao/article/view/2486/pdf_102

Brasil. Anvisa- Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução – RDC n° 50 de 21 de fevereiro de 2002. Que Aprova o Regulamento Técnico destinado ao planejamento, programação, elaboração, avaliação e aprovação de projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde, em anexo a esta Resolução a ser observado em todo território nacional, na área pública e privada. [Acesso em 2014 mar 07]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/ca36b200474597459fc8df3fbc4c6735/RDC+N%C2%BA.+50,+DE+21+DE+FEVEREIRO+DE+2002.pdf?MOD=AJPERES

Brasil. Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução – RDC n° 15, de 15 de março de 2012. Dispõe sobre requisitos de boas práticas para o processamento de produtos para saúde e dá outras providências. [Acesso em 2015 jan 06]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2012/rdc0015_15_03_2012.html

Brasil. Ministério da Saúde. Coordenação de Controle de Infecção Hospitalar. Processamento de artigos e superfícies em estabelecimentos de saúde. 2. ed. Brasília,1994. 50 p. [Acesso em 2014 out 17]; Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/servicosaude/controle/processamento_artigos.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Secretária de Assistência à Saúde. Coordenação-Geral das Unidades Hospitalares Próprias do Rio de Janeiro. Orientações gerais para Central de Esterilização. Brasília: Ministério da Saúde, 2001; 56 p. il. – (Série A. Normas e Manuais Técnicos; n 108). [Acesso em 2014 26 dez]; Disponível em: http://www.cro-rj.org.br/biosseguranca/Orientacoes%20Gerais%20para%20Central%20de%20Esterilizacao.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política nacional de atenção básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2006 [Acesso em 2014 26 dez]; Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_atencao_basica_2006.pdf

Brasil. Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Portaria Interministerial 482 de 16/4/1999. Esterilização por óxido de etileno. [Acesso em 2013 out 02]; Disponível em: http://www.sobed.org.br/web/arquivos_antigos/pdf/37.pdf

Barilli, ALA; Nascimento, GM; Pereira, MCA; Liporaci, MMPM; Lazzarini, MPT. Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto-SP. Secretaria Municipal da Saúde. Comissão de Controle de Infecção. Subcomissão de Qualificação de Esterilização em Autoclaves da CCI-SMS. Manual de Qualificação de Esterilização em Autoclaves. Ribeirão Preto, 2009 [Acesso em 2015 jan 06]; Disponível em: http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/ssaude/comissao/desin/m-pdf/m-autoclave-gibi.pdf

Batolomei, SRT; Lacerda, RA. Trabalho do enfermeiro no Centro de Material e seu lugar no processo de cuidar pela enfermagem. Rev Esc Enferm USP [on-line] 2006 [Acesso em 2014 dez 26]; 40(3):412-7. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v40n3/v40n3a13

Bertel, LJ; Ascari, RA; Silva, OM; Trindade, LL; Krauzer, IM; Jacoby, AM. Factors that influence the quality of the sterilization process. J Nurs UFPE on line, Recife [periódico na internet]. 2014 july [Acesso em 2014 nov 07]; 8(7):1997-2003. Disponível em: http://www.revista.ufpe.br/revistaenfermagem/index.php/revista/article/view/5780/pdf_5484

Canaan, JMM; Pestana, KC; Silva, MI; Raddi, MSG. Avaliação do processo de esterilização por autoclavagem utilizando indicadores biológico e químico. Trabalho de conclusão de curso de extensão em Higiene Ocupacional, promovido pela Pró-Reitoria de Administração, apresentado no Seminário Anual do PGSST-UNESP. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho: Araraquara – SP, 2010. [Aceso em: 2015 jan 07]; Disponível em: file:///C:/Users/Rosana/Downloads/autoclave%20(4).pdf

Cofen - Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN Nº 424/2012. Brasília, 19 de abril de 2012. [Acesso em 2014 mar 19]. Disponível em: http://novo.portalcofen.gov.br/resoluo-cofen-n-4242012_8990.html

Costa, JA. Atividades de Enfermagem no Centro de Material e Esterilização: subsídios para o dimensionamento de pessoal. [dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Escola de enfermagem da Universidade de São Paulo] São Paulo: Escola de Enfermagem. Universidade de São Paulo; 2009. [Acesso em 2015 jan 21]; Disponível em: www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7131/tde.../Janaina_Anchieta.pdf

Costa, JA; Fugulin, DMT. Atividades de enfermagem em centro de material e esterilização: contribuição para o dimensionamento de pessoal. Acta Paul. Enferm [on-line] 2011 [Acesso em 2014 dez 27]; 24(2):249-56. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ape/v24n2/15.pdf

Guadagnin, SVT; Tipple, AFV; Souza, ACS. Avaliação arquitetônica dos centros de material e esterilização de hospitais do interior do estado de Goiás. Rev. Eletr. Enferm [on-line] 2007 [Acesso em 2014 out 17]; 9(3):656-73. Disponível em: http://www.fen.ufg.br/fen_revista/v9/n3/pdf/v9n3a07.pdf

Graziano, KU; Silva, A; Psaltikidis, EM (orgs.). Enfermagem em Centro de Material e Esterilização. Barueri, SP: Manoele, 2011. (Série Enfermagem).

Kavanagh, CMG. Elaboração do manual de procedimentos em central de materiais e esterilização. 2 ed. São Paulo: Editora Atheneu, 2011.

Khater, M; Uyeno, CGA. A humanização em foco na assistência indireta da equipe de enfermagem. III Congresso de Humanização e II Jornada Interdisciplinar de Humanização. 2012 ago [Acesso em 2015 jan 23]; Disponível em: http://anais.congressodehumanizacao.com.br/files/2012/08/PDF-33.pdf

Maldaner, C; Berlet, LJ; Ascari, RA; Klein, ML; Savian, BA; Silva, OM. Invólucros para esterilização de materiais odonto-médico-hospitalares. Rev Saúde Pública Santa Catarina, Florianópolis [periódico na internet]. 2013 jul/set [Acesso em 2014 mar 15]; 6(3):61-70. Disponível em: http://esp.saude.sc.gov.br/sistemas/revista/index.php/inicio/article/view/180/223

Minas Gerais. Secretária Municipal de Saúde de Contagem-MG. Grupo de Estudos em Centro de Material e Esterilização da Secretária Municipal de Saúde de Contagem. Comissão Municipal de Controle de Infecção em Serviços de Saúde – CMCISS. Manual de Processamento de Artigos em Serviços de Saúde. Minas Gerais: Contagem, 2010. [Acesso em: 2014 out 16]; Disponível em: http://novo.contagem.mg.gov.br/arquivos/downloads/manual_cme.pdf

Moura, MLPA. Enfermagem em centro de material e esterilização. 10 ed. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2011.

Oliveira, NC; Chaves, LDP. Gerenciamento de recursos materiais: o papel da enfermeira de unidade de terapia intensiva. Rev. Rene [on-line], Fortaleza, 2009 [Acesso em 2014 out 17]; 10(4). Disponível em: http://www.revistarene.ufc.br/vol10n4_pdf/v10n4a02.pdf

Padoveze, MC; Graziano, KU. Aspectos conceituais e microbiológicos relacionados ao processamento de materiais utilizados na assistência à saúde. In: Graziano, KU; Silva, A; Psaltikidis, EM. (Org.). Enfermagem em Centro de Material e Esterilização. São Paulo. Manole. 2011.

Paurosi, DR; Ascari, RA; Silva, OM; Ascari, TM. Diretrizes operacionais para uma central de Material e esterilização odontológica: Uma proposta da enfermagem. Revista UNINGÁ Review [on-line] 2014 [Acesso em 2014 set 05]; 17(2):5-10. Disponível em: http://www.mastereditora.com.br/periodico/20140129_171733.pdf

Romano, JC; Quelhas, MCF. Monitoramento dos Métodos de Esterilização. [Acesso em: 2014 mar 20]; Disponível em: http://www.hospvirt.org.br/enfermagem/port/testes.html

São Paulo. Secretaria Municipal da Saúde. Comissão de Controle de Infecção. Protocolo de Processamento de Artigos e Superfícies nas Unidades de Saúde: Ribeirão Preto-SP. São Paulo, 2007. [Acesso em 2014 out 15]; Disponível em: http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/ssaude/comissao/desin/esterilizacao.pdf

Silva, MCFG; Pimentel, EC; Hermini, A. Centro de atenção integral à saúde da mulher. Gerenciamento da CME. [Acesso em: 2014 set 12]; Disponível em: ftp://ftp.caism.unicamp.br/pub/CME/CME%2034%20-%20Gerenciamento%20da%20cme.pdf

Sobecc - Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização. Práticas Recomendadas SOBECC / Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização. 5ª edição. São Paulo: SOBECC, 2009. 304 p.

Souza, AS. Sória, DAC; Araújo, JO; Silva, MT; Andrade, NC. Embalagens para esterilização: suas aplicações e recomendações na prática hospitalar. Rev. Pesquisa: Cuidado é Fundamental [on-line] 2010 [Acesso em: 2014 mar 19]; 2(Ed. Supl.):316-319. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/931/pdf_139




DOI: https://doi.org/10.14198/cuid.2015.43.14





Copyright (c) 2016 Rosana Amora Ascari, Márcia Danieli Schmitt, Pamela Nadia Binda, Karen Cristina Jung Rech

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.